Vereadora Sandra alerta sobre o aumento dos casos de Covid-19 no retorno das Aulas Presenciais Vereadora Sandra alerta sobre o aumento dos casos de Covid-19 no retorno das Aulas Presenciais - Registro-SP

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Vereadora Sandra alerta sobre o aumento dos casos de Covid-19 no retorno das Aulas Presenciais

O retorno obrigatório às aulas presencias da rede pública de ensino é um erro, afirmou a vereadora Sandra Kennedy (PT), nesta segunda-feira (25) na sessão da Câmara Municipal de Registro-SP. “É equivocada e preocupante. Hoje temos 3 escolas municipais fechadas: Niceia Hirota, Josino Silveira e Pedreira do Arapongal além de várias outras professores, gestores e servidores afastados”.

Vereadora Sandra alerta sobre o aumento dos casos de Covid-19 no retorno das Aulas Presenciais
Vereadora Sandra Kennedy (PT)



Segundo a vereadora Sandra há muitos pontos a serem melhorados neste processo de retorno às aulas presenciais no que diz respeito à garantia de segurança para pais e responsáveis, alunos e profissionais da educação.

“Mesmo voltando de forma parcial, com escalonamento, os casos começaram a surgir rapidamente. Estamos falando de 6 escolas municipais que já fecharam salas ou fecharam toda a escola devido o surgimento de casos positivos ou suspeitos. Quando voltar 100%, como será?” diz.

Problemas na operacionalização do Protocolo de Retomada, orientações equivocadas, falta de articulação entre Saúde, e Educação, falta de EPIs adequados para funcionários e professores, falta de funcionários em número adequado para limpeza, falta de mapeamento dos contactantes coloca pais, alunos e toda a comunidade escolar em posição de extrema insegurança.

Sandra diz ainda que já propôs mudanças neste protocolo, uma vez que não se pode cobrar da Secretaria de Educação que seja realizada a avaliação de quem deve ou não ser afastado. “Este é o trabalho que deve ser da Secretaria Municipal de Saúde através da equipe de Vigilância Epidemiológica, que deve ser avisada imediatamente por quaisquer membros da comunidade escolar quando surgir uma suspeita na escola. Acionar a Vigilância não deve ser só um papel do Diretor da Escola”, pontua.

No último dia 18/03 o governador do Estado de São Paulo, João Dória (PSDB-SP) tornou obrigatório o retorno às aulas presenciais na rede estadual, particular e municipais (que não possuem conselhos próprios)[1], porém, o município tem autonomia em suas decisões e não necessariamente precisa seguir o que é definido pelo Estado.

“Já encaminhamos ofício solicitando posição do Conselho Municipal de Educação de Registro-SP a respeito deste retorno. Pais, mães, avós, responsáveis procuram nosso mandato diariamente pedido informações à respeito, pois se encontram em uma situação muito difícil: por um lado o medo de expor a criança ao vírus e de outro o medo de perder a vaga na escola/creche. Essa responsabilidade não pode ser delegada aos pais, mas sim ao poder público que deve zelar pela vida das pessoas nesse momento tão difícil. É nítido que há muito a ser amplamente discutido.” Finaliza.

 


Postar um comentário

0 Comentários