Atendimento para Autistas, sede própria para Etec e pavimentação de estradas foram os destaques da audiência pública de Registro-SP Atendimento para Autistas, sede própria para Etec e pavimentação de estradas foram os destaques da audiência pública de Registro-SP - Registro-SP

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Atendimento para Autistas, sede própria para Etec e pavimentação de estradas foram os destaques da audiência pública de Registro-SP

Moradores apresentaram sugestões para o Orçamento do Estado de São Paulo de 2022

Atendimento para Autistas, sede própria para Etec e pavimentação de estradas foram os destaques da audiência pública de Registro-SP
Audiência pública do Orçamento estadual para 2022 -  Maurícia Figueira - Foto: Marco Antônio Cardelino


Pavimentação de estradas, necessidade de sede própria para Etec e criação de centro especializado para atendimento de crianças autistas foram as principais reivindicações dos participantes da Audiência Pública do Orçamento de 2022 na cidade de Registro-SP, no Vale do Ribeira. A reunião, presidida pela deputada Dra.Damaris Moura (PSDB), foi realizada na manhã desta sexta-feira (17/9).


A necessidade de um centro especializado de atendimento a autistas foi destacada por diversos participantes, como o presidente da Câmara Municipal de Registro-SP, Gerson Teixeira, que comentou que as mães de autistas precisam se deslocar para outras cidades para seus filhos serem atendidos por especialistas.

O deslocamento dos portadores de autismo para outras cidades também foi observado pelo vereador Zezequinho, de Miracatu. "A questão do autismo é de grande relevância. O Vale do Ribeira necessita urgentemente de profissionais nesta área". O vereador Everton Rezende Nestlehner, de Iporanga, salientou a necessidade de neurologista infantil na região. "É um sofrimento muito grande das mães se locomoverem para atender a criança autista", disse.

Ainda sobre o assunto, o vereador de Registro-SP, Fábio Tatu, pediu recursos para "a contratação de médicos especialistas e outras especialidades clínicas e técnicas para dar esse suporte tão necessário a essas pessoas".

Estradas



Outra demanda apresentada pelos participantes diz respeito à construção e pavimentação de estradas. Os munícipes comentaram a necessidade de boas estradas tanto para atrair turistas quanto para o escoamento da produção agrícola. "Desenvolvimento não acontece sem acesso", disse o vereador Everton Rezende Nestlehner, de Iporanga.

Ezigomar Pessoa Júnior, coordenador regional do Programa Vale do Futuro, programa de desenvolvimento do Vale do Ribeira implantado pelo governo do Estado, comentou que a pavimentação da estrada que liga Iporanga a Apiaí é importante, pois "é uma estrada importante que leva escoamento da produção e turismo".

Já o vereador Adilson Rodrigues da Silva, de Iporanga, pediu a pavimentação da estrada entre Iporanga e Barra do Turvo. Adilson destacou que a estrada é necessária para as comunidades quilombolas da região, que "estão produzindo mais de 700 mil pés de palmito". O vereador também pediu ao governo do Estado o fornecimento de equipamentos agrícolas. O coordenador regional da Fundação Itesp, Milton Wolf, concordou com Adilson quanto à necessidade de estradas para atender as comunidades quilombolas.

Etec


Os participantes da audiência pública também pediram a construção de sede própria para a Etec de Registro-SP. "Há necessidade de uma sede própria para a Etec", comentou o coordenador regional do Programa Vale do Futuro.

"É um pedido tão pequeno para uma escola tão grandiosa e que a gente precisa tanto", disse Roberto Francelino da Silva, que receia a desativação da escola na cidade. "Temos de lutar para manter a Etec na nossa cidade", comentou o munícipe Marcelo Comeron.

O prefeito de Registro-SP, Milton Hirota, falou que a Etec se destaca nos exames nacionais de educação. "Temos um potencial gigantesco", disse.

Saúde


Os participantes apresentaram também demandas na área da saúde. O prefeito de Pariquera-Açu, Wagner Costa, pediu o aumento das especialidades atendidas pelo AME da cidade. "está sendo construída a radioterapia, é muito bom, mas também precisamos aumentar as especializações do Ame, para diminuir a necessidade de transporte dos pacientes".

Parlamentares

Em suas considerações finais, a deputada Dra. Damaris Moura se mostrou impressionada com a diversidade das demandas trazidas. "Todas elas pertinentes e para valorização humana, promoção da dignidade de todos", ressaltou.

Já o deputado Gilmaci Santos destacou a questão dos autistas, levantada por diversos participantes. "A Assembleia Legislativa precisa tomar uma posição e cobrar do governo do Estado em relação à situação dessas mães. Só quem passa por isso que sabe da dificuldade", disse o parlamentar.

Em seguida, o deputado Enio Tatto salientou a necessidade de investimentos em estradas. "Se não tiver estradas, o produtor não vende. Aqui tem um potencial enorme de turismo, se não tem estrada, não tem turismo".

Damaris avaliou positivamente a realização de audiências públicas para debater o Orçamento estadual de 2022. "A maior lição que vamos levar é o fortalecimento do processo democrático. Vocês estão aqui para, de forma direta, trazer as demandas que conhecem muito bem porque as vivenciam", salientou a deputada.

A próxima audiência pública para discutir o Orçamento de 2022 vai ocorrer hoje, às 19 horas, em Sorocaba.

Postar um comentário

0 Comentários