Saúde abre o debate sobre os planos de Registro-SP nos próximos quatro anos Saúde abre o debate sobre os planos de Registro-SP nos próximos quatro anos - Registro-SP

Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

Saúde abre o debate sobre os planos de Registro-SP nos próximos quatro anos


Na noite desta terça-feira, 22, a Câmara Municipal de Registro-SP deu início às Audiências Públicas virtuais para o debate do Projeto de Lei nº1910/2021, “Dispõe sobre o PPA - Plano Plurianual, para o período de 2022 a 2025, e dá outras providências”. O debate do PPA, este ano, foi dividido em três etapas, Saúde, Educação e Demais Secretarias.

Saúde abre o debate sobre os planos de Registro-SP nos próximos quatro anos




O primeiro foi a Saúde, que prevê um orçamento de aproximadamente R $226 milhões nos próximos quatro anos. As Audiências são conduzidas pela Comissão de Tributação, Finanças, Orçamento e Contabilidade do Legislativo, composta pelos vereadores Aquino, Xavico e Fabio Tatu. Participaram também da reunião os vereadores Sandra Kennedy, Drª Inês Kawamoto e Beto, além do Secretário Municipal de Fazenda e Orçamento Marcio Leitão Bandeira, da Diretora de Recursos, Termos e Parcerias de Políticas Públicas da Saúde Sandra Irene Ramos e da Assessora Especial de Planejamento e Desenvolvimento de Ações em Saúde Ezeiza Stockler.

De acordo com a Comissão, este ano, com a impossibilidade da Câmara estar presencialmente nos bairros, como o feito em debates de PPA anteriores, para efetivar a produtividade das audiências, o PPA foi subdividido por temas a serem debatidos, entre Saúde, Educação e demais Secretarias. Ontem foi debatido o orçamento da Saúde, hoje às 18 horas, será a vez da Educação e, amanhã, também às 18 horas serão as demais Secretarias. Todas as audiências estão ocorrendo de modo virtual, , podendo ser acessadas por meio do link: https://www.facebook.com/camaramunicipalderegistro. O cidadão pode ainda enviar sugestões para o PPA 2022-2025, pelo email: leisorcamentarias.sugestoes@registro.sp.leg.br.

Durante o debate sobre a Saúde foi abordado pelos vereadores os principais pontos do setor, suas principais metas e problemas, além das possíveis soluções. O maior questionamento da população que participou foi o resultado do serviço disponibilizado, tanto nos bairros na atenção básica quanto no serviço da UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Nesse setor o PPA já está predeterminado, já que para os vereadores o orçamento é finito e pode ser melhor gerido para sanar estas falhas apontadas pela população. Ainda, segundo os representantes da Prefeitura presentes, está previsto no Plano da Saúde uma alteração no fluxo dos serviços prestados para que a qualidade do atendimento melhore.

Postar um comentário

0 Comentários