Técnico Informatica

Técnico Informática Registro

ACIAR VAI À JUSTIÇA CONTRA FECHAMENTO DO COMÉRCIO E REIVINDICA AO PREFEITO AÇÕES PARA CONTER A PANDEMIA


A ACIAR mais uma vez demonstrou seu comprometimento com o comércio de Registro-SP realizando, durante a semana que passou, várias ações visando impedir o fechamento do comércio, conforme proposta do governo do Estado.

ACIAR VAI À JUSTIÇA CONTRA FECHAMENTO DO COMÉRCIO  E REIVINDICA AO PREFEITO AÇÕES PARA CONTER A PANDEMIA



A Associação impetrou com um mandado de segurança impetrado na Justiça local contra a determinação do governo de São Paulo de manter a cidade na fase vermelha em dois finais de semana, evitando mais prejuízo às empresas, principalmente aquelas que não são enquadradas como atividades essenciais. “O comércio não pode mais ser considerado o vilão da pandemia”, protestou o presidente da ACIAR, Daniel Muniz de Paulo. A decisão da Justiça deve sair ainda esta semana.

Acompanhado de diretores da ACIAR, Daniel Muniz de Paulo também manteve agenda com o prefeito Nilton Hirota na sexta-feira, 29 de janeiro, e entregou a ele ofícios reiterando sugestões encaminhadas anteriormente visando que a prefeitura promova uma série de ações preventivas visando a propagação do coronavirus.

Outro assunto intensamente debatido foi a necessidade de Registro obedecer o calendário de vacinação, atendendo as necessidades e a ansiedade da população. Até o momento, 75% do pessoal da saúde que trabalha na linha de frente da pandemia já foi vacinado.

Ainda durante o encontro, Daniel Muniz de Paulo explicou a importância dos cartões Accredito, que permitem que o dinheiro circule na própria região, fomentando o comércio local.

Como é tradição, o presidente da ACIAR entregou ao prefeito uma placa de boas vindas.

Acompanharam a reunião os diretores Héli Borges Ribeiro, Renato Zacarias, Roger Martins e a gerente administrativa Valda Arruda. O prefeito estava acompanhado do vice Toon Adorno e o secretário de Governo, Rafael Morais.

A ACIAR também distribuiu cartazes de protesto contra o fechamento do comércio. O cartaz faz um trocadilho com a palavra “Luto”, que é, a mesmo tempo, ação do verbo lutar e sentimento causado pelas mortes em consequência do COVID 19. “Luto nesta pandemia para pagar meus impostos, minha segurança, minha saúde, meu aluguel, para manter meus funcionários e família. Até quando será minha culpa? Eu sou comerciante!", diz o cartaz que foi afixado em vários estabelecimentos comerciais que foram obrigados ao fechamento no final de semana.

Quem se interessar em ampliar o protesto com cartazes ainda pode retirá-los na ACIAR.

Postar um comentário

0 Comentários