Novas Notícias

Mosquito “Polvinha” pode transmitir doenças: Sandra Kennedy recebe pesquisador da UNESP para discutir planos de manejo





Na última segunda-feira (29/05), a vereadora Sandra Kennedy recebeu o estudante Elian Ribeiro, do Curso de Ciências Biológicas da UNESP-Botucatu, para discutir ações visando combater o problema da “invasão” do mosquito “polvinha” no Vale do Ribeira.

Mosquito “Polvinha” pode transmitir doenças: Sandra Kennedy recebe pesquisador da UNESP para discutir planos de manejo
Mosquito “Polvinha” pode transmitir doenças: Sandra Kennedy recebe pesquisador da UNESP para discutir planos de manejo

Há quase uma década o “polvinha” se tornou um invasor bastante incômodo para as populações rurais. Com presença estreitamente ligada à bananicultura, acredita-se que a utilização do esterco de galinha possibilitou a proliferação em massa dos mosquitos.

Segundo o estudante, tem se verificado a diminuição/extinção do principal predador dos “polvinhas”. Pode haver correlação entre a utilização, em quantidade cada vez maiores, de agrotóxicos e a diminuição da população deste predador, criando as condições propícias para a “invasão do polvinha”.

Além do incômodo no trabalho e no lazer das pessoas que moram no entorno dos bananais e, inclusive, chegando até a zona urbana em algumas cidades, este mosquito é transmissor de algumas doenças, como a febre oropouche, a leishmaniose e a elefantíase. A ideia é fazer um estudo completo desde o predador até a discussão de possíveis planos de manejo”, afirmou o estudante Elian Ribeiro. 

A vereadora Sandra Kennedy assumiu compromisso de organizar, pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal, no período mais breve possível, uma Audiência Pública sobre o tema, com a presença de investigadores sobre o tema das instituições de pesquisa da região, membros do poder pública de cidades afetadas pelo problema no Vale do Ribeira, entre outras entidades.

É efetivamente, um problema com consequências realizadas na rotina de trabalho e descanso dos trabalhadores da bananicultura e, confirmada a possibilidade de transmissão de doenças, torna-se um problema de saúde pública com graves dimensões. Por isso, como membro da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, levarei aos meus colegas estas preocupações e irei propor uma Audiência Pública sobre o tema”, afirmou a vereadora.










Nenhum comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!