Novas Notícias

Carnaval alegre, tranquilo e democrático é sucesso de público e organização em Registro-SP








Aproximadamente 30 mil foliões, ao longo do evento, tomaram a avenida do samba, nas quatro noites em que a maior festa popular do Brasil habitou “No Planeta do Carnaval” e onde “a Alegria foi a Estrela” que conduziu a diversão toda.

Carnaval alegre, tranquilo e democrático é sucesso de público e organização em Registro-SP
Carnaval alegre, tranquilo e democrático é sucesso de público e organização em Registro-SP


A largada da maratona carnavalesca foi dada na tarde do sábado com a matinê. Ao som de marchinhas, com muito confete e serpentina a euforia reinou entre crianças e adultos. A programação seguiu até a segunda-feira (04/03). Passaram pela área de convivência do Sesc: o Cordão Animamambembe, o cortejo paraense da Cia do Circo e o grupo Foliões Brasileiros.

 Clique aqui e veja todas as fotos


No sábado à noite, a festa começou com o bloco Afoxé Opará. Diz a tradição, que antes da entrada das agremiações, o percurso deve ser abençoado pelos orixás. Em seguida, o bloco dos Bonecões, feitos à base de cola e papel jornal, é uma das atrações mais aguardadas pela criançada e mantém a tradição dos antigos carnavais de rua. O Arrastão (de Iguape) homenageou a história da cidade que é conhecida como a Princesa do Litoral. A Liga da Juventude lacrou fazendo a egípcia e com um repertório pra lá de arrojado.

O bloco dos Belos abriu os desfiles do domingo com seu imponente barco e uma tripulação animada que contagiou todos os foliões. Em seguida, uma multidão desfilou ao som da Batucada Abençoada. A bateria nota 10 evangelizou a avenida com mensagens de paz, fé, louvores e agradecimentos a Deus. O Maracatu Estrela Brilhante (de São Paulo), de baque virado, é ancestral e trouxe um pouco das origens e o respeito pela cultura popular. A G.R.E.S. Unidos da Vila São Jorge, fez reverência à Iemanjá. Na Avenida, sereias, barcos, oferendas e pescadores representaram a exaltação à Rainha do Mar.

Na segunda-feira, a Unidos da Vila Nova Iguape trouxe a história do Folclore Brasileiro com personagens como o boto, o curupira, além da belíssima rainha da bateria, como o anjo da paz. Na sequência, o professor de dança BUIU, em cima do trio elétrico ou no chão, com todo seu carisma e energia, contagiou a todos e ninguém conseguiu ficar parado.

Na terça-feira, os foliões se jogaram  no bloco das Gaychas  e ainda sobrou disposição para, mais uma vez, acompanhar o incansável BUIU, que se esbaldou no palco. À noite, a apresentação do grupo Carnaval Samba Show de São Paulo, com suas exuberantes passistas, cantou os sambas-enredos históricos do Carnaval paulista e carioca. Todas as noites, após os desfiles, a Banda Saint Germain conduziu a folia, madrugada à dentro.

A irreverência ficou por conta do divertido grupo de teatro Vice e Versa da Secretaria Municipal de Saúde, que fez ação educativa com intervenções nos intervalos de cada bloco chamando a atenção do público para a conscientização da prevenção às doenças sexualmente transmissíveis e à AIDS e distribuiu 1.000 preservativos (femininos e masculinos), gel e material informativo.

O Carnaval trouxe milhares de turistas para o município que juntamente com a população local movimentou diversos setores do comércio e refletiu positivamente na até na hotelaria, aquecendo a economia local. O público pôde aproveitar a folia com a família e amigos com tranquilidade e segurança, pois, mais uma vez, nenhuma intercorrência grave foi registrada.

“A Folia foi um sucesso. Nosso agradecimento e parabéns a todos os envolvidos que trabalharam incansavelmente para realizar essa grande festa. Obrigado à população e aos turistas. Cresce o município turisticamente e economicamente e gera emprego. O desafio foi manter o padrão do Carnaval conquistado até aqui, em razão do controle do investimento, mas nós conseguimos. Obrigado Governo do Estado de São Paulo, ACIAR – Associação Comercial de Registro, COMTUR, Ribeira Beer e Skol, pelo apoio e parceria e ao prefeito Gilson Fantin por confiar em nosso trabalho e proporcionar mais este grande evento”, celebrou o secretário municipal de Cultura e Turismo, Carlos Alberto Pereira Junior.

Os comerciantes, Janser Ribeiro do Box 6, primeira vez trabalhando no evento e Fábio Baltazar do Kedelícia, pela quarta vez, afirmaram que apesar do Carnaval ter acontecido fora de pagamento, o resultado foi excelente. Para o empresário Vitor Lessa, recém-instalado com ponto fixo, a expectativa foi superada e, segundo ele, ainda conquistou um novo perfil de público e ainda atribuiu a importância dos eventos naquela área central para o comércio local.









Nenhum comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!