Novas Notícias

Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo será de 4 a 31 de agosto

Numa parceria com o Rotary Clube, a Secretaria Municipal de Saúde de Registro-SP realiza entre os dias 4 e 31 de agosto a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e contra o Sarampo, destinada a vacinar crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias.
 Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo será de 4 a 31 de agosto


Vacinas são destinadas a crianças de um ano até quatro anos 11 meses e 29 dias











As 17 Unidades de Saúde do Município terão a vacina disponível para a população e funcionarão também nos sábados, dias 4 e 18 de agosto, para aplicar as doses. “A vacina é a única forma de prevenir o sarampo e a poliomielite, doenças graves que podem trazer sérias consequências. 

É importante que os pais e responsáveis levem as crianças para receber a dose. É responsabilidade dos pais garantir proteção para seus filhos”, enfatiza a Secretária Municipal de Saúde, Jô Rangel.

O objetivo da Campanha é justamente evitar a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite, bem como vacinar os menores de cinco anos de idade contra o sarampo e a rubéola, para manter o estado de eliminação dessas doenças no país.

Os adultos que não tomaram a dose contra o sarampo ou não sabem se tomaram devem procurar uma Unidade de Saúde para receber orientação.



O SARAMPO


O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade da doença, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. Em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de 5 anos de idade.



POLIOMIELITE


A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida de início súbito. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pela via fecal-oral (mais frequente); por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores; ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções (ao falar, tossir ou espirrar). Não existe tratamento específico – todas as vítimas de contágio devem ser hospitalizadas.

A vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite. Todas as crianças menores de 5 anos de idade devem ser imunizadas conforme esquema de rotina e em campanha nacional. O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989 e desde 1990 não são registrados casos da doença, que é grave e foi responsável por danos irreversíveis para milhares de crianças no mundo.

Nenhum comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!