Novas Notícias

Sesc Registro-SP abre exposição Tecelagem Manual Brasileira

Sesc Registro-SP abre exposição Tecelagem Manual Brasileira

Mostra traz peças tradicionais e inovadoras, representativas da diversidade da tecelagem artesanal do país

O Sesc Registro abre neste sábado (dia 28) a exposição Tecelagem Manual Brasileira,  que apresenta um panorama da tecelagem artesanal praticada em diferentes regiões do país. Com curadoria do designer e tecelão Renato Imbroisi, a mostra traz cerca de 200 peças e objetos têxteis tradicionais e inovadores, representativos da diversidade cultural das localidades em que são produzidos, como Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Piauí, Acre, entre outros.

O curador explica que a exposição aborda vertentes características da tecelagem manual, com utilização de quatro materiais: lã, seda, algodão e fibras. 






Do Rio Grande do Sul vem peças de lã de carneiro fiadas à mão; do Paraná, os tecidos produzidos com a seda; de Minas, vem a tradição de tecer o algodão à mão; de Muquem, na Serra da Mantiqueira, estará exposto o trabalho da comunidade com diversas fibras locais; além das tradicionais redes de algodão do Piauí, as roupas fiadas e tecidas com algodão e sementes pelo povo indígena Ashaninka, no Acre, e os panos de Orixás feitos com mistura de fios na Bahia, entre outras criações de artistas têxteis. 

Tecelagem com fibra de bananeira e de junco

Representando a região do Vale do Ribeira participam as artesãs da Banarte, de Miracatu, que trabalham com a fibra da bananeira, e a tecelagem de Douglas Dai, de Registro, com os artefatos de junco. Também estará à mostra uma parte do que foi produzido por artesãos da região durante as oficinas que antecederam a exposição, realizadas pelo Sesc Registro nos últimos meses sobre técnicas de tecelagem, estamparia e tingimento vegetal, entre outros temas. 

“Com esse trabalho preparatório junto aos artesãos e as visitas técnicas, conseguimos deixar uma semente de inovação nos grupos locais”, comenta o curador Renato Imbroisi. Na Banarte, foi organizada a cartela de cores dos produtos confeccionados pelo grupo e, na tecelagem de junco, foi proposto o tingimento das tradicionais esteiras. “Além da convencional moda-praia, as novas esteiras coloridas abrem caminho para o mercado da decoração, além de ser um passo importante para, no futuro, resgatar a tradição da estamparia nas esteiras, técnica antigamente utilizada na região”, ressalta o curador. Na exposição, o público poderá conferir exemplares das antigas esteiras estampadas que saíam do Vale do Ribeira para colorir as praias em todo o país.

Demonstração: presença de artesãs do RS e MG

Neste primeiro final de semana da exposição, haverá também demonstração de duas vertentes da tecelagem presentes na mostra, com a intervenção das artesãs Noeci da Silva Camargo e Clair Schneid Vaz Luiz, da região de Bagé (Rio Grande do Sul), e de Eva Maciel da Cunha e Maria de Fátima da Silva, de Muquem (Minas Gerais). Elas irão mostrar técnicas de tecelagem, matéria-prima e tipo de tear utilizado, entre outros aspectos que traduzem a identidade cultural das localidades.

A exposição Tecelagem Manual Brasileira estará aberta à visitação gratuita no Espaço Expositivo do Sesc Registro. Aos sábados, domingos e feriados a mostra abre das 10h às 18h30; de terça a sexta, das 13h às 21h30. O agendamento de grupos pode ser feito pelo e-mail agendamento@registro.sescsp.org.br. Mais informações na Central de Atendimento do Sesc Registro: (13) 3828-4950.

Serviço:
Exposição: Tecelagem Manual Brasileira
Espaço Expositivo do Sesc Registro
De 28 de outubro a 29 de abril de 2018
Terça a sexta, das 13h às 21h30.
Sábados, domingos e feriados: das 10h às 18h30.
Grátis. Livre.












Fotos: Fúlvia Rodrigues

Nenhum comentário


Seu comentário é sempre bem vindo!

Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

Comentário Anônimo, sem nome e email , não será publicado.

Se quiser fazer contato por email, utilize o Formulário para contato

Espero que tenha gostado do Site e que volte sempre!